Vitorianas Macabras [Resenha Literária]


Vitorianas Macabras é mais um livro do selo Macabra da DarkSide® Books, e nos apresenta contos de terror de treze autoras que viveram a Era Vitoriana, uma era verdadeiramente Macabra pelo período de luto intenso que a Rainha Vitória viveu ao perder o marido Albert. 

Poderia dizer que só pela introdução o livro já vale a pena, mas a verdade é que ele completo é incrível, são contos que mostram o quanto o gótico foi explorado na época e a obra faz uma justiça histórica ao dar espaço a mulheres da literatura. A Era Vitoriana foi um marco na história da Inglaterra em que de um lado existia o conservadorismo, a repressão e a subserviência, mas também foi um momento de transformações científicas, sociais e tecnológicas. Homens fizeram história, mas as mulheres também deixaram sua marca, desafiando convenções em nome da independência e da autonomia. 


E na introdução temos uma contextualização incrível, nos mostrando como a Rainha Vitória chegou ao trono, seus anos felizes de casamento e seu luto extremo em que os criados precisam cuidar das roupas de Albert como se ele ainda estivesse vivo. A Rainha manda fazer uma molde das mãos do cadáver do marido para dormir com ela, usava o busto de Albert nas fotos familiares, entre outras atitudes estranhas. Sua dor era palpável e a transformou numa rainha verdadeiramente macabra, o que influencia também toda a sociedade, que já nem precisava muito de um toque mórbido, uma vez que era assolada por doenças e uma expectativa de vida baixa. Os contos de Charlotte Brontë, H.D. Everett, Vernon Lee, Rhoda Broughton, Charlotte Riddell, Edith Nesbit, Amelia B. Edwards e Mary Braddon expressam muito bem esse ar sombrio com histórias excelentes de terror e suspense.

O primeiro conto que me chama atenção é A porta sinistra de Charlotte Riddell. Phil recebe a oportunidade de desvendar um mistério numa casa assombrada em que uma porta fica permanentemente aberta. Primeiro vamos acompanhar a dificuldade do protagonista de conseguir dinheiro para solucionar o mistério, já que não é uma pessoa simpática no trabalho e acaba sendo demitido. Depois,acompanhamos todos os detalhes de sua permanência na casa. É um conto que envolve sobrenatural, ao mesmo tempo que os fatos que acontecem na casa também são frutos de ação humana. O mistério nos envolve até o final da história. 


Já o conto de Edith Nesbit é um dos meus favoritos, fiquei bastante angustiada com o narrador que não sabe se as esculturas de mármore da igreja estão vivas ou não e fica desesperado pra salvar a esposa. Como a autora descreve bem os personagens, em poucas páginas já estava super envolvida com o casal.

Destaque também o conto de Charlotte Bronte em que Napoleão recebe a visita de um fantasma, uma história bastante curta, de rápida leitura, mas também confesso que esperava um pouco mais da história dela. Já o conto de Elizabeth Gaskell, melhor amiga de Charlotte, é mais longo, com parágrafos grandes e tem uma senhora como protagonista. Ela conta os acontecimentos sinistros em uma casa em que foi obrigada a ficar junto com uma órfã que perdeu os pais quando nova. É admirável como a ama protege a menina o tempo todo. 


Outro conto que gostei bastante foi A sombra da Morte de Mary Elizabeth Braddon em que mostra uma jovem órfã contratada para ajudar os criados já de idade avançada em uma mansão assombrada. Não sei quem é pior nessa história, o mordomo e a esposa ou o dono do lugar Michael Bascom, que até tenta ajudar a pobre Maria, mas tem dificuldade em ceder em relação ao que acontece na casa. 

Ao início de cada conto tem um resumo da vida das autoras e no final tem mais informações sobre a Rainha Vitória e sua época, nos mostrando com muitos detalhes o quanto o horror teve em alta na Era Vitoriana. A edição faz um verdadeiro passeio por Londres, comentando os comuns shows de aberrações, casas de ópio, a crueldade dos hospícios, mulheres mortas no Tâmisa, assassinas de bebês, entre outras coisas bem macabras da cidade.

Vitorianas macabras é mais do que um conjunto de contos, é uma edição que consegue nos mostrar com detalhes a Era Vitoriana, com muitas informações e ótimas ilustrações.

FICHA TÉCNICA

Título: Vitorianas Macabras
Organização Marcia Heloisa
Nota: 5/5
Onde Comprar: AmazonDarkSide® Books

 

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

4 comentários:

  1. Oi Mi!! Eu adorei saber mais sobre a obra. Já queria esse livro, pelo contexto apresentado na sinopse, e agora quero ainda mais. E que edição é essa meu pai?
    Beijinhos
    https://www.aculpaedosleitores.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oie
    Estou com este livro aqui para ler, será um dos próximos. A edição é linda, já dei umas folheadas e é impossível não se apaixonar. To bem curiosa.

    Beijinhos
    https://tecendoaliteratura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Nossa adorei! Eu estou louca para ler algo da Darkside, nunca li. Mas quero muito ler no físico, pois as edições deles são maravilhosas!! Esperando para poder gastar mais um pouquinho com ele hehehe

    Beeijo!

    http://estanteflordelis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Geralmente prefiro contos a histórias completas de terror, então com certeza essa seria uma leitura muito eu iria gostar. Até eu fiquei agoniada com o lance das estátuas
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir