Bill & Ted: Encare a Música [Crítica]


Bill & Ted: Uma Aventura Fantástica foi lançado em 1989 e minha memória do longa foi de anos depois, bem como Bill & Ted: Dois Loucos no Tempo que eu vi algumas vezes na TV. A imagem dos dois amigos viajando numa cabine telefônica ficou marcada na minha mente como algo divertido, que conseguiu me agradar quando mais jovem, principalmente por conta do desenho animado. Agora Keanu Reeves e Alex Winter estão de volta interpretando os mesmo personagens non sense de antes e, apesar de não causar o mesmo impacto, continuam me divertindo.

Em Bill & Ted: Encare a Música acompanhamos Ted (Keanu Reeves) e Bill (Alex Winter), bem mais velhos, com muita dificuldade na vida adulta, ainda que já sejam pais de adolescentes. Os dois estão frustrados por não terem escrito a melhor música de todos os tempos e somente a música deles é possível unir o mundo e salvá-lo. Bem, não quero nem imaginar um mundo precisando ser salvo por esses dois….


Como eles não têm a mínima ideia de como compor a música eles avançam no tempo para encontrar o “eu” futuro deles que provavelmente já conseguiram salvar o mundo, porém cada vez que eles avançam a situação fica pior. Enquanto isso, as filhas, Thea (Samara Weaving) e Billiee (Brigette Lundy-Paine), vão também viajar no tempo, só que para o passado na tentativa de montar uma banda e ajudar os pais. E ainda temos a crise no casamento de Bill e Ted que faz com que as esposas busquem terapia de casal.

É um pouco estranho ver Keanu Reeves e Alex Winter interpretando os mesmo papéis de décadas atrás, mas não os achei desconfortáveis, na verdade, achei que estavam se divertindo sendo abobalhados de novo. Interessante também notar que Samara Weaving e Brigette Lundy-Paine conseguem ser bem parecidas com pais, um tanto bobas, mas um tanto mais espertas como as mães também. E Brigette Lundy-Paine conseguiu me fazer esquecer o ranço pela personagem dela em Atypical.


Bill & Ted: Encare a Música tem um humor bobo e consegue misturar a nostalgia com personagens novos. A história da dupla de amigos que viajam no tempo continua despretensiosa, sem qualquer preocupação com a coerência, é divertido, nada surpreendente, mas cumpre bem com sua proposta. 

Trailer


FICHA TÉCNICA

Título: Bill & Ted: Encare a Música
Título Original: Bill & Ted Face The Music
Direção: Dean Parisot
Data de lançamento no Brasil: 05 de novembro de 2020

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

4 comentários:

  1. Ei, tudo bem? O Keanu Reeves está parecendo o professor Snape de Harry Potter kkk, já achei isso engraçado. É uma ideia interessante, principalmente porque eles já tem uma trajetória, mesmo que mais antiga. E é essa coisa de viagem no tempo me lembrou um pouco daqueles filmes "De volta para o futuro". Beijo.

    https://resenhabookshouse.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir
  2. Sinto falta de ver filmes divertidos haha. Tem atores que gosto no filme e parece entregar aquilo que gosto.

    Abraço

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  3. Olha... se não fosse esse segundo eu nem saberia que existia um primeiro filme kkkkkk mas pelo menos atores se divertiram e isso que importa
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  4. oii, adorei sua resenha. um filme de comédia é sempre vem vindo 😊.
    Beijos!
    deliriosdeumaliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir