Do Fundo da Estante: Karatê Kid - A hora da verdade [Nostalgia]


O jovem Daniel Larusso ou Daniel San (Ralph Macchio) e sua mãe (Randee Heller) recentemente se mudaram de Newark, Nova Jersey para a região do Vale de São Fernando no sul da Califórnia. Porém, Daniel não consegue se ambientar em sua nova morada, até que conhece Ali Mills (Elisabeth Shue) uma atraente garota.

A situação de Daniel se complica quando o ex-namorado de Ali, Johnny Lawrence (William Zabka) e seus amigos começam a atormentá-lo. Um dia, quando é cercado pelos amigos de Johnny, ele é salvo pelo senhor Miyagi (Pat Morita), um velho mestre de karatê. Disposto a ajudar Daniel, Miyagi resolve passar-lhe os ensinamentos de sua arte marcial.

As lições do senhor Miyagi são antológicas, como pintar uma cerca inteira por dentro e por fora com intuito de adquirir disciplina e precisão, numa das parcerias mais queridas dos anos 80. Ralph fez questão de ficar com o carro que encerou em uma das cenas.


Nessa história de dedicação e superação, paixão, bullying e amizade, a relação aluno e professor emociona com sua simplicidade e sinceridade, dosando muito bem o romance, as cenas de luta e até um certo suspense. Destaque também para a inesquecível música tema Glory of Love de Peter Cetera, ex vocalista e baixista do Chicago. É um belo tema que inexplicavelmente ficou fora do Oscar
"Eu sou um homem que lutará pela sua honra

Eu serei o herói com quem você tem sonhado

Viveremos para sempre juntos sabendo

Que nós fizemos tudo para a glória do amor"
Cobra Kai, seria o maior fan service da história?

A série de televisão acontece 34 anos depois do filme original e é um verdadeiro deleite para os fãs dos filmes. Segue a reabertura do dojo de karatê Cobra Kai, por Johnny Lawrence e a reativação de sua antiga rivalidade com Daniel LaRusso. A série foi criada por Jon Hurwitz, Hayden Schlossberg, e Josh Heald e é estrelado por Ralph Macchio e William Zabka, que reprisam seus papéis dos filmes antigos.

Com outro ponto de vista da história original, mostra agora o lado de Johnny Lawrence, suas motivações para ter agido daquela forma na juventude. Daniel sempre conquistou seus objetivos enquanto Johnny até a namorada perdeu para Daniel - no decorrer dos episódios descobrimos que Johnny Lawrence tinha um padrasto abusivo, estopim para o seu comportamento agressivo. Fora os dramas, temos muita nostalgia e uma linda homenagem aos fãs e a um grande clássico que ficará sempre guardado em nossos corações.


As lições do Mestre Miyagi, os métodos diferentes que se tornaram marca registrada do filme, como o famoso encerar o carro, pintar a cerca e lixar o assoalho para ser um campeão assim como fora feito em 1976 no filme Rocky - do treinamento a vitória para se tornar um vencedor.

Karatê Kid teve duas sequências e ainda um quarto filme desta vez sem Daniel mas com Pat Morita e uma nova aluna interpretada por Hilary Swank, hoje dona de dois Oscar de melhor atriz.

Noriyuki "Pat" Morita faleceu em 2005 aos 73 anos e dedico esse esse texto a sua memória, eterno Mestre Miyagi.

FICHA TÉCNICA

Título: Karatê Kid : A hora da verdade
Tíyulo original: The Karae Kid
Direção: John G. Avildsen
Data de lançamento no Brasil: 28 de setembro 1984
Edsom
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

6 comentários:

  1. Olá, Edsom.
    Eu sou muito fã desse filme. Tanto que toda vez que passava na sessão da tarde eu assistia. Fiquei sabendo da série recente e vou querer conferir.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Oi, Edson!

    Não sou muito chegada no estilo desse filme, mas todos falam muito bem mesmo!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Edson!
    Já assisti à Karate Kid algumas vezes e gosto bastante! Já a série não me chamou tanta a atenção, mas imagino que os fãs amaram ♥

    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
  4. Um filme nostálgico mesmo. Me lembro de quando passava na Sessão da Tarde. Eu tenho vontade de assistir a série algum dia.

    Bom fim de semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  5. Oi, Edsom! Tudo bom?
    Eu tenho muitas memórias de passar as tardes assistindo Karatê Kit na Sessão da Tarde, nostalgia pura. Gostava bastante das história - e adorei o remake quando veio também.

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oie, meu coração se encheu de recordações lendo essa resenha rs. Amo esse filme. lembro que passa na sessão da tarde.
    Beijos!
    https://deliriosdeumaliteraria.blogspot.com/

    ResponderExcluir