Do Fundo da Estante: Os Pássaros [Nostalgia]


O cineasta François Truffaut certa vez disse:

"O cinema foi inventado para que Os Pássaros pudesse ser feito"

Exagero? Nem um pouco. Se em 2020 esta obra-prima ainda impressiona, imaginem em 1963...Steven Spielberg inclusive declarou que foi Os Pássaros que o influenciou a dirigir Tubarão (1975), sem contar que The Walking Dead também bebeu e muito nesta fonte.

Por conta do vento forte, os extras do blu-ray informam que através de técnicas surpreendentes de decupagem, truques de câmera e a genialidade de toda a equipe (cenários, fotografia, montagem, técnicos de som e efeitos especiais sonoros e visuais) quase 100% de Os Pássaros foi rodado em estúdio. 

O talentoso elenco liderado por Tippi Hedren (a mãe de Melanie Griffith) e até seus muitos figurantes dão um show em cena contracenando com o vazio e alguns pássaros treinados. A ressaltar, o irritante som das aves e os efeitos visuais artesanais, muito criativos.


Melanie Daniels (Tippi Heddren), uma jovem da cidade de São Francisco, vai até uma pequena cidade isolada da Califórnia, chamada Bodega Bay, atrás de um potencial namorado: Mitch Brenner, interpretado por Rod Taylor. Ao chegar lá com dois periquitos engaiolados, tem início um ataque de pássaros de todas as espécies sobre a população, em número cada vez maior e com mais violência, deixando todos aterrorizados.

Com um suspense crescente e aflitivo, Hitchcock coloca em pauta o eterno conflito Homem x Natureza e nos deixa mais preocupados em saber de que maneira os habitantes irão fugir da cidade do que com o real motivo para o surto das aves. Muito se especula até hoje e chegaram a dizer que os autores se inspiraram num caso real aonde os pássaros comeram peixes contaminados e enlouqueceram. O mais plausível seria a explicação do próprio Hitchcock que tenta encerrar de vez a discussão:

"As aves estão cansadas de serem depenadas e comidas, não nasceram pra serem presas.

A raça humana é que insiste em dificultar a existência da vida no planeta"

Baseado num conto da escritora Daphne Du Marrier, que quase sofreu um processo por plágio do autor Frank Baker - Daphne era prima do antigo editor dele e pode sim ter copiado história, assim como fez com o romance brasileiro A Sucessora (1943) quando escreveu Rebecca, também filmado por Hitchcock.


Entre tantos momentos marcantes, merece destaque a cena da protagonista Melanie sendo atacada pelos pássaros em um sótão, que remete claramente a cena do chuveiro em Psicose.

Indicado ao Oscar de Efeitos Visuais e vencedor do Golden Globe de melhor atriz promissora (com Tippi Hedren atualmente com 90 anos), Os Pássaros é grande, grandioso, gigante! Um colosso da Sétima Arte.

FICHA TÉCNICA

Título: Os pássaros
Título original: The Birds
Direção: Alfred Hitchcock
Data de lançamento no Brasil: 1 de janeiro 1964


Italo Morelli Jr.
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

1 comentários:

  1. Oi, Italo!

    Os Pássaros é mesmo um filme bem marcante e usado até os dias de hoje como referência, gosto bastante!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir