Fada Madrinha [Crítica do Filme]


Eu adoro qualquer história com conto de fadas ainda que seja contemporâneo, então estava com boas expectativas para Fada Madrinha que estreou no Disney Plus e não me decepcionei.

Eleanor (Jillian Bell) é uma fada madrinha em treinamento, mas sua profissão está em risco uma vez que ninguém mais acredita em fadas, a não ser a fada do dente. Temendo pelo fim de sua profissão, ela encontra uma carta de Mackenzie (Isla Fisher), uma menina de 10 anos, mas quando consegue se transportar para nosso mundo descobre que a garota é uma mulher já adulta e mãe de duas filhas. 


A grande sacada do longa é sem dúvida ter Eleanor estacionada no tempo, ela não sabe nada de tecnologia e representa muito bem toda a ingenuidade dos contos de fadas. Para a protagonista, Mackenzie precisa de um vestido de festa, uma carruagem, um castelo e um príncipe encantado. No entanto, ela descobre que sua afilhada precisa mesmo é melhorar o humor e ter um pouco de alegria na sua vida, se permitir ser feliz para assim, quem sabe, alcançar momentos de felicidade. O processo não é fácil já que Mackenzie se tornou uma pessoa bastante cética.

A falta de crença em qualquer coisa de Mackenzie é tão grande que ela tem Eleanor na vida dela fazendo guaxinins ajudar nos serviços domésticos, distribuindo magia por onde passa e ainda assim ela não acredita em um final feliz. E é difícil não culpá-la, em um trabalho que ela poderia fazer bem mais, o luto e a sobrecarga de criar as filhas, mas Eleanor é incansável e tenta de todas maneira ajudar Mackenzie e ao mesmo tempo salvar o mundo das fadas.


Jillian Bell esbanja carisma, ainda que em situações um pouco exageradas é difícil não rir com seus momentos mais ingênuos, suas trapalhadas e sua imensa bondade. Eleanor é uma personagem que aquece até os corações mais rabugentos. Outro aspecto importante é como o filme ri de si mesmo e todas as situações dos contos de fadas, temos até referência à Encantada e Noviça Rebelde, o que faz do roteiro bem perspicaz. 

Demorei para me conectar com Fada Madrinha, mas depois dos 15 primeiros minutos eu já estava bem envolvida com a fada atrapalhada e toda família da Mackenzie. É um longa simples, um tanto previsível, fora do convencional contos de fadas da Disney e bastante divertido. 

Trailer


FICHA TÉCNICA

Título: Fada Madrinha
Título Original: Godmothered
Direção: Sharon Maguire
Data de Lançamento no Brasil: 4 de dezembro de 2020
Disney Plus

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

1 comentários:

  1. Olá,
    Adorei sua resenha, e conhecer esse filme. Não conhecia ainda mas, como você, adoro filmes nesse estilo conto de fadas. Uma pena ser na Disney, já que ainda não tenho assinatura. Não dou conta de tanto plano para pagar haha.

    Beijo!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir