Cobra Kai - 3ª Temporada [Critica da série]


Cobra Kai foi uma das melhores séries que assisti ano passado, ver os personagens de Karatê Kit anos depois foi bastante nostálgico e melhor ainda foi ver o roteiro dando mais complexidade a eles. Johnny (William Zabka) tentando melhorar a vida, retornando ao karaté e Daniel (Ralph Macchio) sem esquecer o passado com Cobra Kai. No entanto, a série ganha outra dimensão e os dois rivais levam a rivalidade a outro nível.

A terceira temporada começa exatamente onde parou a segunda e todos enfrentam as consequências da luta na escola. Robby (Tanner Buchanan) desaparecido, Miguel (Xolo Maridueña) no hospital, Samantha (Mary Mouser) com crises de pânico, Daniel com problemas na loja e Johnny tentando consertar os erros recentes, além dos erros passados. 

Daniel fica bastante preocupado com Robby e não quer desistir do seu pupilo, mas precisa focar também nas vendas da sua loja, uma vez que os acontecimento na escola afetam sua imagem, por isso, ele até viaja para o Japão em uma tentativa de manter os fornecedores e acaba encontrando vários personagens do Karatê Kid 2, o que foi sensacional! De certa forma, Daniel volta a se conectar com Senhor Miyagi de uma maneira inesperada. Já sua esposa começa a perceber que o Cobra Kai é muito mais perigoso do que ela imagina e se torna uma grande aliada do Daniel.


Johnny começa a temporada bêbado e briguento, nada de novo, mas consegue sair do ciclo de destruição para tentar ajudar o filho e Miguel. Aliás, Johnny e Miguel são os responsáveis pelas cenas mais cômicas da série, impossível não rir e não amar as tentativas sem noção do Jonnhy para ajudar seu aluno. Jonnhy é uma figura extremamente carismática e Miguel volta a ter também o carisma da primeira temporada. 

Samantha fica bastante traumatizada com tudo que aconteceu e se sente bastante culpada também e Robby vai enfrentar as consequências dos seus atos. Infelizmente, Falcão (Jacob Bertrand) continua com atitudes questionáveis, muito influenciado por Kreese (Martin Kove) que ganhou bastante destaque nessa temporada. Embora o roteiro nos mostra todos os traumas do sensei na guerra e sim, foram pesados, continuo querendo que ele fique longe dos protagonistas. O mesmo posso dizer de Tory (Peyton List), entendo que ela passa por momentos familiares difíceis, mas é uma personagem intragável.


A série continua com seus momentos nostalgia, Johnny entra em contato com Ali (Elisabeth Shue) e a série guarda boas surpresas. O roteiro ficou mais leve se comparado a segunda temporada, mas apesar dos ótimos momentos engraçados, é perceptível que as lutas ficaram mais pesadas, mais fortes, mas foram bem dosadas com a comédia. E o romance adolescente perde espaço para os dramas individuais de cada um, o que pra mim foi ótimo, uma vez que o triângulo/quarteto não me agradou na temporada passada.

Enfim, a terceira temporada de Cobra Kai mantém o nível das anteriores, se aprofunda nos traumas dos personagens, na dificuldade de superá-los, de fazer o que é certo. O roteiro acerta mais uma vez ao trabalhar a complexidade dos protagonistas, dando um novo tom na rivalidade entre eles. O único problema mesmo é que foram apenas 10 episódios, queria mais.

Trailer




Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

4 comentários:

  1. Muitos falam bem dessa série, infelizmente não sou muito chegado
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  2. Oi Mi,

    Que bom que a série se mantem no mesmo padrão das temporadas anteriores.
    Já ouvi falar bem dela, mas ainda não assisti para ver gosto.
    Dica anotada!

    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir
  3. Oi Mi,
    Eu estou maratonando com minha mãe. Confesso que não sou tão fã assim, minha mãe gosta mais.
    Achei um absurdo a parte do Johnny dar uma de fisioterapeuta, mas... rs.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Ainda não vi essa série, mas planejo vê-la algum dia.

    Bom fim de semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir