Meia-noite, Evelyn [Resenha Literária]



Evelyn perdeu o padrasto, a mãe e desesperada precisa arrumar um marido para conseguir a guarda da meia-irmã, Violet, até o porque o herdeiro do ducado Harry está em Nova York e há anos não se mostra interessado na família devido aos problemas com o pai no passado. No entanto, quando ele descobre que Derby vai assumir tudo, inclusive a tutela da meia-irmã, ele resolve voltar à Inglaterra e enfrentar, ao menos parcialmente, seus traumas.

Em uma dessas coincidências do destino, Evelyn que estava recebendo dicas de uma ex do Harry participa de uma festa bem privada em que Harry está, os dois não se reconhecem, mas a atração é bastante forte. Quando descobrem a identidade um do outro, Harry resolve propor Evelyn em casamento, mas não aceita ter filhos. Por outro lado, Evelyn quer terminar a temporada para tomar uma decisão, afinal, ela pode encontrar alguém para construir uma família, embora já esteja claramente apaixonada por Harry.


Alguns pontos me chamam atenção, ainda que a gente perceba facilmente alguns clichês na história, o enredo vai um pouco além de um simples romance. Evelyn e Harry desenvolvem uma bonita amizade, a protagonista pede encontros diários na biblioteca com Harry para que eles possam se conhecer melhor e assim a autora consegue explorar bem a amizade do casal. Além disso, Babi A. Sette vai soltando alguns dicas dos traumas infantis do Harry, mas ainda assim, quando chega a revelação é bem chocante. Ainda bem que a autora tem a sensibilidade de não descrever tudo, mas poucos trechos foram o suficientes para me deixarem um tanto impactada.

Sem saber o que aconteceu no passado de Harry, Evelyn acaba sem querer forçando um pouco a barra e achei que o protagonista merecia um apoio psicológico. Infelizmente, às vezes só o amor não basta, ainda que não devemos duvidar do poder de curar do amor. No entanto, gostei da nota da autora no final reforçando a importância do apoio de pessoas que confiamos e de profissionais da área, além da explicação de todo o contexto histórico que a ajudou a tratar o tema.


Meia-noite, Evelyn tem toques de conto de fadas, mas vai muito além disso, me mostrando um drama que eu não esperava, mas também não deixa de ser doce, sensível, com uma casal de excelente química!

FICHA TÉCNICA

Título: Meia-noite, Evelyn!
Autora: Babi A. Sette
Onde Comprar: Amazon

 

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

5 comentários:

  1. Oi, Mi! Tudo bom?
    Eu não tenho tanto interesse assim em releituras da Cinderela, a não ser que seja na vibe da Marissa Meyer com space opera e muita ação. Então zero vontades de ler esse :S
    Mas a capa é linda!

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, Mi!
    Tenho muita vontade de ler os livros da autora, mas ainda não tive chance. Amei conhecer um pouquinho mais dessa história e da sua resenha ;D

    Estante Bibliográfica

    ResponderExcluir
  3. Olá, Michele.
    Eu já li vários livros da autora e são altos e baixos. Teve alguns que amei e outros odiei. Esse fiquei na dúvida porque eu sou completamente contra isso das autoras mostrarem que o amor cura tudo quanto é coisa nos livros e a gente sabe que mulher não é medicamento nem muleta.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mi
    Eu gosto muito da escrita da Babi, e eu já li um outro romance dela que gostei bastante. Mas ainda não conhecia esse, vou anotar a dica para ler futuramente.
    Beijo!
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ei, Mi, tudo jóia? Eu sou caidinha por essa capa, eu acho ela lindíssima! Eu não sou a maior leitora de releituras, mas tem algumas muito boas por aí! E no caso dessa eu pretendo ler assim que tiver oportunidade, adorei a sua resenha, beijos!


    Books House

    ResponderExcluir