O Impulso [Resenha Literária]


Quando comecei a ler O Impulso, de Ashley Audrai, esperava encontrar um grande suspense, mas, na verdade, o que mais me chamou atenção foi o drama, uma vez que a vida de Blythe como mãe é bem sofrida. Em parte pelo passado com uma família de mulheres com claros problemas emocionais, provavelmente mentais não diagnosticados, e em parte pelo seu relacionamento problemático com sua filha.

O livro é narrado pela protagonista como se fosse uma carta ao marido, com capítulos bem curtos, explicando os motivos por ter ido embora, mas a narrativa é alternada com o passado de sua família, vemos sua avó e sua mãe com sérios transtornos, negligentes como mães, abusivas e tóxicas também. Blythe está empenhada em ser diferente, mas apresenta depressão pós-parto e o marido não ajuda em nada. Folgado e machista, ele facilmente critica a esposa, é claro que como pai coloca a filha como prioridade, mas não se mostra tão sensível aos problemas da protagonista, o que só piora tudo. No entanto, Blythe se esforça bastante, mas ao longo dos anos ela vai notando sinais estranhos na filha Violet e as coisas complicam com o nascimento do segundo filho.


O mais interessante nessa história é que a autora constrói uma protagonista dúbia, não é uma narrativa confiável devido ao passado familiar e os problemas em se relacionar com a filha. O leitor fica o tempo todo duvidando, será Violet uma criança psicopata ou é tudo invenção da Blythe? O mais curioso de tudo é que o marido consegue ser o mais intragável dessa história.

Gosto de enredos que desconstroem a visão da maternidade perfeita, do amor espontâneo, como se tudo fosse lindo e maravilhoso, como se mães não quisessem ter um pouco de espaço, de privacidade. Algumas cenas podem ser impactantes, principalmente por conta da negligência materna e é difícil não se assustar em alguns momentos com Violet, o que deixa a narrativa com um bom suspense, embora ao menos pra mim o drama se sobressaia. 


Ashley Audrai não traz um tema novo ou original, mas trabalha muito bem com assuntos polêmicos e a leitura viciante conseguiu me prender por completo até o fim. Blythe apesar de tudo consegue ser uma protagonista que gera bastante empatia e é muito bem construída. Já no final a autora joga uma bomba e nos deixa cheios de perguntas e pedindo uma continuação. 

FICHA TÉCNICA

Título: O Impulso
Autora: Ashley Audrai
Onde Comprar: Amazon

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

4 comentários:

  1. Oi, tudo bem? O livro parece-me ótimo para quem curte obras neste estilo. Gostei da dica e da sua resenha. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá...
    Adorei sua resenha!
    Fiquei com muita vontade de ler esse livro, os fatores que compõe o enredo parece tornar a leitura sublime... Gostei bastante de seus comentários!
    Dica anotada!
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Já notei várias pessoas lendo e vejo que ele já está começando a entrar no hype. A proposta é instigante e o que me ganhou foi saber que trabalha bem assuntos importantes.

    Abraço

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mi
    Realmente é mais um drama do que um thriller, porém eu amei porque não sou acostumada com essas obras então me instigou a saber o que poderia acontecer, e eu fiquei louca com aquele final, queria muito respostas.
    Beijo
    http://www.capitulotreze.com.br/?m=1

    ResponderExcluir