Seven To Eternity: O Deus do Sussurro [HQ]



Uma sociedade complexa, um mundo devastado pela guerra e um império tirano são os elementos que se casam muito bem dentro do enredo idealizado por Rick Remender, Jerome Opeña e Matt Hollingsworth. O Deus do Sussurro, primeiro volume da franquia Seven To Eternity é uma aventura fantásticas e extremamente envolvente com personagens que passam longe de ser o herói do dia.

Zhal é um mundo conquistado. O Deus do Sussurro tomou posse da mente de diversos habitantes e a guerra entre as raças está a ponto de chegar ao seu fim. Seus espiões estão por toda parte e sua maldade se espalha mais e mais. Adam Osidis, por sua vez, conhece bem esse mal. Exilado com sua família, ele foge do passado que persegue o nome de seus antepassados, mas, quando uma situação o coloca novamente sobre a mira do Deus do Sussurro, Adam precisa escolher: condenar o destino de um mundo ou alcançar seu maior desejo?


O primeiro ponto que me atraiu para este quadrinho é o nome de Opeña dentre os autores. Tendo acompanhado alguns de seus trabalhos na X-Force, eu assumo que seu traço me atrai. Seus desenhos são lindos, detalhistas e ricos de uma veracidade que facilmente me vi engolido pelos cenários sufocantes desse mundo complexo e sombrio. Opeña não decepciona no trabalho gráfico e cativa o leitor com facilidade pela pluralidade de seres que comandam esse roteiro. Seu trabalho aliado a pintura de Hollingsworth é uma visão deliciosamente prazerosa que mescla o grotesco com o belo com muita naturalidade.

Entretanto a trama idealizada por Remender também merece seu destaque. O roteiro não só é muito bom, como extremamente asfixiante e envolvente. O leitor se vê em uma sociedade vasta, cheia dos mais incontáveis seres, com seus diferentes costumes e povos. Isso gera interações entre os personagens que vão de irreverentes a filosóficas, discutindo questões sociais e ideológicas do homem como alguém livre. Até onde o livre-arbítrio é permitido? E qual o preço dessa liberdade? Ela realmente existe ou somos todos vítimas de um sistema?


Remender não só cria um cenário atraente e questionador como fornecer a seus personagens um background muito denso. Adam é um protagonista promissor, interessante e bastante inconstante. Eu não sabia bem o que esperar de suas ações já que ele sempre parecia ser contra o esperado. E o fato de não trabalhar com heróis, faz a trama ser ainda mais imprevisível. Todos estão unidos por uma causa, por terem um objetivo em comum, mas até quando essa trégua vai durar? Quem será o primeiro a ceder. A todo instante uma insegurança diferente enquanto os autores te guiam por essas páginas e te preparam para o desfecho que deixa um gancho gigantesco para a continuação. Devo salientar que estou curioso e ansioso por ela, não só pelas repostas, mas também para me aprofundar mais no contexto desse universo.

Enfim, O Deus do Sussurro foi uma leitura surpreendentemente positiva e mescla bem as cargas de drama e fantasia, sem perder o teor sombrio que só uma HQ da DarkSide® Books poderia ter.

FICHA TÉCNICA

Título: Seven to Eternity O Deus do Sussurro # 1
Autores:  Rick Remender, Matt Hollingsworth, Jerome Opeña
Onde Comprar: Amazon e DarkSide® Books

Emerson Andrade
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

2 comentários:

  1. Oi Emerson,

    A obra parece ser bem interessante.
    Confesso que não é muito meu estilo, mas curti bastante conhecer mais da HQ.


    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir
  2. Olá Emerson!
    Antes de mais nada preciso dizer: a arte da obra está linda!
    Não leio muito quadrinhos, mas eu gosto. Meus tios são colecionadores então sempre tinha algum em casa haha
    Achei a história interessante, quem sabe me aventuro ^^
    Abraços

    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir