BNA: Brand New Animal [Crítica do Anime]


Estou me esforçando a voltar ver animes com mais frequência e a Netflix tem me ajudado nisso, o escolhido da vez foi BNA: Brand New Animal, um anime que já pelo aspecto visual me atraiu (tudo bem colorido e vibrante) e a sinopse também me chamou atenção, afinal Michiru é uma humana que vira um feral, espécie de animal humanoide. E sendo uma obra do estúdio Trigger (Little Witch Academia) fiquei com boas expectativas, esperava algo leve e encontrei, mas eis que me deparei também com uma boa trama que merecia mais episódios.

Michiru Kagemori é uma garota humana do ensino médio que um dia se transformou em um tanuki, sem entender o que aconteceu e com medo do preconceito das pessoas, ela foge para Animália, um lugar onde os ferais podem viver em paz. Lá, a protagonista descobre que pode mudar sua forma para outros animais e o que aconteceu com ela não é nada normal. Michiru é acolhida por um casal simpático que acolhe também o misterioso Shirou Ogami. Seu animal é um lobo perspicaz, que ajuda a polícia a combater alguns crimes. Os dois acabam se unindo na tentativa de investigar o que aconteceu com Michiru, embora Shirou tenha um certo preconceito com a protagonista por ela ser humana, a relação deles é sempre bem tensa.


À princípio o enredo parece girar no problema do dia que Michiru vai resolver, mas aos poucos a trama vai ficando complicada quando descobrimos que uma indústria farmacêutica, a Sylvasta Pharmaceutics, parece envolvida no caso de transformação da protagonista e ainda temos a aparição um tanto repentina de Nazuna Hiwatashi, melhor amiga de Michiru que finge ser a lenda do Lobo Prateado. Nazuna se torna Déesse Louve adorada pelos seguidores de sua igreja que é bem suspeita.

A trama é excelente, mas o final acaba muito corrido e mal explorado. O mistério que permeia quase todo o anime acaba ficando bem previsível nos últimos episódios e até Michiru e Shirou poderiam ter o relacionamento melhor desenvolvido. No entanto, existem aspectos bem positivos na obra, a leveza do anime me agrada, tem cenas bem divertidas, diálogos engraçados e gostei das cenas de ação, embora bastante exageradas. Michiru me irritou na reta final com toda sua ingenuidade, mas é uma protagonista extremamente carismática.


Apesar das ressalvas BNA: Brand New Animal é um bom anime de entretenimento, fácil de assistir, poucos episódios e ainda tem uma mensagem sobre aceitação e preconceito que me agradou bastante.

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

2 comentários:

  1. Que anime interessante! Ainda não cheguei a ver, mas adorei saber que tem mensagens incríveis na história.

    Bjs

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Achei a abordagem interessante, mas não sou muito de animes.
    Quem sabe mais pra frente mude de ideia.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir