Do Fundo da Estante: O Segredo do meu Sucesso [Nostalgia]


Até este ótimo O Segredo do meu Sucesso o diretor Herbert Ross vinha de uma respeitável coleção de acertos. Sua estreia em longa-metragem foi com o remake de Adeus, Mr. Chips (1969), dirigiu Woody Allen e Diane Keaton em Sonhos de um Sedutor (1972) e conquistou uma indicação ao Oscar por Momento de Decisão, de 1977. Seu maior sucesso comercial foi em Footloose - Ritmo Quente (1984), um dos filmes mais queridos dos anos 80. Ross também é responsável por alçar a condição de estrela a até então desconhecida Julia Roberts em Flores de Aço (1989). Julia, com apenas 22 anos, conquistou o Golden Globe de melhor atriz coadjuvante e foi indicada ao Oscar.

O Segredo do meu Sucesso foi lançado em 1987, época em que a moda era registrar em película a cartilha do jovem yuppie norte-americano. Só pra reforçar essa afirmação, tivemos no mesmo ano o não menos ótimo Wall Street com Michael Douglas (que levou um Oscar pelo papel) e Charlie Sheen. Com direção de Oliver Stone, Wall Street tem uma pegada séria, enquanto O Segredo do meu Sucesso é deliciosamente recheado de situações pra lá de engraçadas, aonde o baixinho e carismático Michael J. Fox brilha o tempo todo. Ele é Brantley Foster, um jovem nascido e criado no Kansas que após terminar a faculdade, decide ir a Nova York em busca de seus sonhos. Ao chegar, descobre que não consegue o emprego que lhe prometeram. Então ele recorre a Howard Prescott (Richard Jordan), um parente distante que controla um conglomerado multimilionário. Brantley consegue então um modesto emprego e mesmo assim decide colocar em prática suas brilhantes ideias levando uma vida dupla dentro da empresa. Usando o nome de Carlton Whitfield, um executivo que ninguém sabe de onde veio, ele começa a impressionar todos os seus superiores, se desdobrando nas duas funções. Michael J. Fox tira tudo de letra num desempenho impecável, inclusive fisicamente - ele não para um minuto sequer, correndo de um lado pro outro, passando por corredores, salas e elevadores, trocando de roupa no meio do caminho e tentando não ser reconhecido.

Pra completar, Brantley é seduzido por Vera Prescott (Margaret Whitton, ótima), mulher de seu tio, mas seu interesse é por Christy Wills (Helen Slater, muito bem aqui), uma bela executiva por quem Howard está interessado. O resultado não poderia ser menos do que uma das melhores comédias da década de 80 antes do fenômeno Jim Carrey dominar os 90.


Bem movimentado e com uma fotografia perfeita, é divertido não só acompanhar as confusões do protagonista, mas também reparar em cada detalhe dos objetos, figurinos e cabelos da época - uma verdadeira viagem no tempo. Melhoramos? Fica o questionamento...

J. Fox vinha do estouro de De Volta para o Futuro (1985) e O Garoto do Futuro (1985), firmando-se como um típico astro do seu tempo. Tanto é, que na década seguinte, seus únicos sucessos foram o excelente Dr. Hollywood (1991) e o bacana Por Amor ou Por Dinheiro, de 1993. Deve ter sido difícil pra ele escolher o que fazer da vida depois da trilogia do De Volta pro Futuro (85/89/90). Conforme foi envelhecendo, Michael foi perdendo espaço por ser um típico ator dos anos 80 que pouco se adaptava aos anos 90 apesar do seu inegável talento.

Revisitar O Segredo do meu Sucesso é relembrar o bom cinema oitentista, bem escrito e quase censura livre. Cortesia de uma época que ficou no passado e que merece ser lembrada.

FICHA TÉCNICA

Título: O Segredo do meu Sucesso
Título Original: The Secret of My Success
Direção: Herbert Ross
data de lançamento no Brasil: 22 de julho de 1987

Italo Morelli Jr. 
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

1 comentários:

  1. Que saudade desse filme! Lembro pouco dele, mas propostas assim logo me chamava atenção e eu corria para ver haha.

    Bjs

    Imersão Literária

    ResponderExcluir