Do Fundo da Estante: Dr. Hollywood - Uma Receita de Amor


Michel J Fox fez sua estreia na série de televisão Family Ties (Caras & Caretas no Brasil) um grande sucesso antes de se tornar mundialmente famoso graças ao papel de Marty McFly na trilogia De volta para o Futuro. Infelizmente, sofrendo de mal de Parkinson (o que ele tornou público em 1998) Michael se voltou para a dublagem, mas continuou a fazer aparições, principalmente na televisão. Em 2000, ele criou sua fundação, dedicada à pesquisa contra a doença.

Entre o final dos anos 80 e 90, Fox era muito requisitado pelos estúdios, já que ele ainda era um nome forte em Hollywood e sinônimo de sucesso. Em 1991 estrelou essa deliciosa comédia, Dr Hollywood - Uma receita de Amor, seu último grande sucesso no cinema que, inexplicavelmente, não foi muito bem recebido pela crítica e nem sequer concorreu a prêmio algum.

O filme é baseado no livro de Neil B. Shulman, What? Dead...Again?, lançado em 1979, cuja história o autor diz ser de experiências pessoais. Dr. Benjamin Stone (Michael J. Fox) é um jovem cirurgião promissor que trabalha em Washington, D.C. com ambiciosos planos de fazer fama e fortuna trabalhando para um cirurgião plástico de Beverly Hills. Dirigindo seu belo Porsche 356 Speedster de 1956, Stone desvia de uma vaca na estrada e arrebenta a cerca de um morador na vila rural de Grady (Carolina do Sul) que por acaso também é o juiz local Evans (Roberts Blossom), que o sentencia ao serviço comunitário no hospital vizinho como punição ao invés de permitir que Stone pagasse a cerca.

Mesmo desnorteado, Ben faz amizade com o prefeito Nick Nicholson (David Ogden Stiers), sua filha Nancy Lee (Bridget Fonda) e Melvin (Mel Winkler), o mecânico encarregado de consertar seu carro. Nesse meio tempo, Stone se encanta por Lou (Julie Warner) uma motorista de ambulância e mãe solteira de uma menina de quatro anos chamada Emma. Ben logo lhe confidencia que ele cresceu em uma pequena cidade na zona rural de Indiana, onde seus pais viveram e morreram e que ele não quer ficar confinado a uma pequena cidade. Porém, sua convivência com os moradores e a paixão por Lou o fará mudar de opinião e descobrir que nada pode ser mais valioso que o amor e a amizade.


Esse é um daqueles filmes que beiram a perfeição com elenco afinado e ótimas tiradas. E o que dizer de Michel J Fox? Sempre carismático e entregando muito com um personagem admirável. A fotografia é linda, a direção ficou a cargo do competente diretor Michael Caton-Jones e na trilha sonora a lindíssima The One and Only de Chesney Hawkes.

Dr Hollywood é uma relíquia do gênero comédia romântica dos anos 80 que vale a pena ver e rever, porque todas as vezes sempre será uma experiência encantadora e sem dúvidas uma deliciosa receita de amor.

FICHA TÉCNICA

Título: Dr. Hollywood - Uma Receita de Amor
Título original: Doc Hollywood
Direção: Michael Caton-Jones
Data de lançamento no Brasil: 30 de novembro de 1991

Edsom Marques
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário