Loucura de Amor [Crítica do Filme]


Nada como encontrar uma boa comédia romântica e daquelas que fogem do habitual e ainda aborda saúde mental de maneira leve e ao mesmo tempo responsável. Foi uma grata surpresa encontrar Loucura de Amor

O longa é dirigido por Dani de la Orden da série Elite e o roteiro brilhante de Eric Navarro e Natalia Durán. Na trama, Adri (Álvaro Cervantes) é um jovem jornalista que conhece Carla (Susana Abaitua) num bar e os dois vivem uma noite fantástica, mas a protagonista avisa: é só por uma noite! No entanto, Adri não consegue esquecer Carla e depois de muito procurar descobre que ela está numa clínica para tratamento psiquiátrico. Empolgado pela noite maravilhosa, Adri se interna por conta própria na clínica para conseguir se aproximar da mulher misteriosa, mas Carla não quer saber dele e depois do fora, Adri tenta sair da clínica, sem sucesso. 


Parece um pouco óbvio que Adri não conseguiria sair do lugar facilmente e é bem compreensível o desespero dele preso na clínica! E para conseguir de fato sair de lá, ele precisa que os outros pacientes o avaliem bem (uma das regras do lugar) e para isso ele vai precisar se envolver com eles. O primeiro a ajudar Adri é Saúl (Luis Zahera), esquizofrênico, paranoico, o personagem mais sensível do longa se torna um bom amigo para Adri. Por conta dele, o protagonista conhece outros pacientes como Marta (Aixa Villagrán) que sofre da síndrome de Tourette, Tina (Txell Aixendri) que acredita ser da realeza espanhola, Victor (Nil Cardoner) e sua mania por sabonetes e Sergio (Eduardo Antuña), que esquece de tudo em poucos minutos. 

Um grupo de fato bastante diferente, liderados por Carla que sofre de bipolaridade. Todos de certa forma aceitam suas próprias condições, mas aceitam até demais viver fora da sociedade e Adri vai ajudá-los nesse sentido. Marta é tímida demais para tentar um romance com Victor e Saúl tem um plot lindíssimo com sua família, difícil não se emocionar com ele. E ainda temos Carla, uma personagem complexa e seu relacionamento com Adri mais complexo ainda. É visível que ela não quer se envolver com medo, que seus momentos de crise afeta todos a seu redor, que ela causa perigo até para si mesma e nesse ponto entendemos perfeitamente seus receios. Adri não é um príncipe encantado em um cavalo branco que vai salvar a protagonista de seus problemas, é preciso aceitação, confiança e uma dose de realidade para se relacionar com pessoas com graves transtornos. 


Loucura de amor consegue desenvolver muito bem a história de amor dos protagonista e também dos seus coadjuvantes, Saúl realmente rouba a cena várias vezes.. O longa dosa na medida certa o romance, a comédia e o drama. A dosagem da realidade é excelente, não deixa o filme pesado e nem irreal demais, é fofo e ao mesmo tempo causa reflexão e emociona. Um ótimo achado disponível na Netflix

FICHA TÉCNICA 

Título: Loucura de Amor 
Título Original: Loco por ella
 Direção: Dani de la Orden 
Data de lançamento: 26 de fevereiro de 2021 
Netflix

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

3 comentários:

  1. Parece ser um bom filme. Anotei aqui pra sair um pouco dos filmes apenas em inglês kkkkk
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Quero muito ver esse longa. Gosto de tramas espanholas e essa apareceu disponível para mim.

    Boa semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  3. Loucura de Amor. Amor romântico, todos precisam de amor e calor.

    cheap lace front wigs

    ResponderExcluir