Do Fundo Da Estante: Anaconda [Crítica do Filme]


Um país "exótico", no caso o nosso, e uma cobra gigantesca devorando um a um os personagens todos. É este o enredo de Ananconda. É sobre isso.

Filmes de monstro não foram criados para estarem lá entre os cinco finalistas do Oscar. Tampouco para o seu elenco brilhar e levar uns prêmios pra colocar na estante. Filmes de monstro existem por três motivos: lavar dinheiro, gerar emprego pra quem está começando e nos conceder uns minutos de entretenimento, seja na tela grande do cinema ou no aconchego do lar. Para esses fins, Ananconda funcionou e ainda funciona. 

O veterano e oscarizado Jon Voight, Jennifer Lopez, Eric Stoltz e Ice Cube estrelam o filme. Tem Danny Trejo também e todos estão péssimos. E quem liga? O que queremos é apenas ver a protagonista máxima (no caso a Ananconda de CGI ruim), perseguindo e devorando o elenco todo. Não, não queremos que ela seja destruída, pois está em seu habitat natural e quem tem que sofrer são esses humanos imbecis que invadiram seu espaço. E como Ananconda luta pelo seu espaço! Com a fúria de quem cheirou meio quilo de cocaína pura, Ananconda toca o terror pra cima da galera sem dó. E durante uma hora e meia é só isso, não tem mais nada não...e tá ótimo!


O diretor Luis Llosa da bomba O Especialista (1994) com Sylvester Stallone e Sharon Stone, um dos guilty pleasures mais secretos dos cinéfilos, que já havia dirigido em 1993 dois filmes que se passam na Amazônia: Inferno Selvagem (Fire on the Amazon) com Sandra Bullock e 800 Léguas embaixo da Amazônia, parece adorar o tema "perigos na floresta". No mesmo ano ainda dirigiu Sniper com Tom Berenger e que também na selva. Três filmes em um ano só poderiam resultar em três trabalhos ruins e apressados, mas Ananconda ele fez sossegado e o resultado poderia ter sido um pouquinho melhor. 

Anaconda é tão admiravelmente tosco quanto os filmes de monstro antigos que estão disponíveis aos montes e de graça no YouTube, gerou três continuações e se Luis Llosa (que parou de dirigir em 2005 e de lá pra cá trabalha só como produtor) não aprendeu nada nem com Spielberg e nem com David Cronenberg, pelo menos deixou essa pérola trash pra ajudar a passar o tempo de quem quer apenas se distrair sem ter que pensar.

FICHA TÉCNICA

Título: Anaconda
Direção: Luis Llosa
Data de lançamento no Brasil: 22 de agosto de 1997

Italo Morelli Jr.
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

0 comentários:

Postar um comentário