The Chair [Crítica da série]


Que saudades eu estava de Sandra Oh! Fiquei imensamente feliz com o lançamento de The Chair, não só pela protagonista, mas porque quem já passou pelo meio acadêmico vai identificar algumas questões na série. Além disso, a história toca em um ponto bem sensível sobre redes sociais e militância.

Sandra Oh é Dra. Ji-Yoon Kim, uma professora da universidade de Pembroke que assume o departamento de literatura que está em crise! Poucos alunos e três professores de idade que ganham muito, mas não conseguem mais muitas matrículas por semestre, não se atualizaram e não provocam interesse nos estudantes. ao contrário da professora Yaz (Nana Mensah), uma jovem mulher negra e do professor Bill (Jay Duplass), um amigo de longa data de Kim. Homem bonito, intelectual, atrai bastante estudantes jovens até que um dia para falar sobre o nazismo ele faz um movimento nazista que é gravado, distorcido e divulgado na internet.


O plot de Bill é um dos principais da série, já que mesmo tentando explicar o que acontece ele tem vários problemas por conta das redes sociais. O que me fez refletir bastante sobre o momento atual em que vivemos, o do cancelamento. Outro aspecto interessante é que Yaz tem dificuldade para ser efetivada pelo simples fato de ser mulher, o machismo pode ser sutil na área acadêmica, mas está presente também. Dentro do enredo dos professores idosos, Jan é que se salva, já que seu embate com o estudante que xinga no site de avaliação é um dos pontos mais engraçados da série.

Bill e Kim também se envolvem emocionalmente, fica claro que é um assunto do passado e Ju (Everly Carganilla) a filha da protagonista é espetacular, verdadeiramente assustadora em alguns momentos!


O grande problema de The Chair é o primeiro episódio, facilmente provoca vontade de desistência, é lento e sem carisma, mas se você der mais uma oportunidade na metade do segundo as coisas começam a ficar interessantes.

The Chair não é uma série cheia de ação, às vezes peca por faltar ganchos, mas é suave, leve, divertida em alguns pontos, pode trazer boas reflexões e bem curtinha, com apenas 6 episódios até o momento.

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

2 comentários:

  1. Oi Mi,
    Eu vi esse lançamento e adoooooro a Sandra Oh!
    Quero assistir, mas parece que os primeiros episódios estão deixando mesmo a desejar... Pelo menos são só 6 episódios, gosto de séries mais curtas.
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Quero ver por conta da Sandra. Ela está bem diferente.

    Boa semana!

    O blog está em Hiatus de Inverno de 02 de agosto à 02 de setembro, mas comentaremos nos blogs amigos nesse período.Mesmo em Hiatus o blog tem um post novo, não deixe de conferir e comentar.

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir