Especial Julia Quinn: Quarteto Smythe-Smith


Quando terminei de ler Os Bridgertons eu fiquei ansiosa por mais livros da Julia Quinn, na época não tinham tantos livros da autora em abundância no Brasil. Consigo me lembrar da felicidade em saber do lançamento de Quarteto Smythe-Smith porque eu já tinha lido (não em português) o primeiro livro da série. E vamos combinar, as capas são lindas demais!

A série acompanha quatro mulheres que participam do quarteto musical Smythe-Smith, todas por pressão familiar porque juntas são péssimas musicistas, tanto que a maravilhosa Lady D. conhecida em Os Bridgertons quebra o violino de uma delas porque no fundo não aguenta a tortura do recital das coitadas! O primeiro volume é Simplesmente o paraíso, onde acompanhamos a história de Honoria e Marcus. Daniel, o irmão da protagonista ao sair da Inglaterra pede para Marcus cuidar de sua irmã e ele leva isso muito a sério, tanto que quer saber exatamente quem são os candidatos a marido dela, mas como todo bom clichê, ele se apaixona pela irmã do amigo. O diferencial nesse primeiro volume é que não temos muita ação, é uma história doce, muito focada nos diálogos dos protagonistas. Diferentemente do segundo volume.


Em Uma noite como esta temos a história de Anne, uma governanta cheia de mistérios e Daniel, que finalmente volta para Inglaterra. O mistério que envolve Anne movimenta bastante a narrativa, tanto que o final quase parece uma novela mexicana cheia de ação. E destaque para as primas do Daniel, são ótimas coadjuvantes.

O terceiro livro, A soma de todos os beijos, tem um tom mais sério com os problemas de Hugh devido a o seu duelo com Daniel no passado. E a protagonista Sarah tem uma personalidade bem diferente dele! Mais uma vez temos um romance divertido, doce e com um casal que briga bastante!


Por fim, temos Os mistérios de Sir Richard que não me impactou como os anteriores, mas também não foi uma leitura ruim. O protagonista está procurando uma esposa e acredita que Iris Smythe-Smith com seu horrível violoncelo seria perfeita para o cargo. Iris é uma personagem mais discreta por conta de sua personalidade e Richard tem lá seus segredos.

Quando comprei a série Quarteto Smythe-Smith foi em um box de luxo maravilhoso com marcadores metalizados. Guardo ainda a caixa com muito carinho!


Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

2 comentários:

  1. Oi Mi,
    Eu só li o primeiro e foi um pouco decepcionante... Aí eu desanimei de continuar!
    Não sei, acho que a Julia 'desandou' um pouco, sabe? Pareceu mais do mesmo, mas eu amo demais essas capas!
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Mi! Eu tenho este mesmo box, mas até hoje não li os livros. Eu espero que sejam histórias da Julia que me cativem, pois alguns livros dela, infelizmente não me ganharam. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir