O Jardim Secreto [Resenha Literária]


Meu primeiro contato com O jardim secreto foi com o filme de 1993, um clássico da sessão da tarde! E sempre tive muita vontade de ler o livro de Frances Hodgson Burnett e não tive oportunidade melhor do que conhecer a obra com uma edição DarkSide® Books!

O livro apresenta duas introduções, uma bem curtinha dos editores e outra um pouco maior sobre a obra clássica. Escrita em 1911 até hoje O jardim secreto faz sucesso, toca adultos e crianças e nos faz refletir sobre vários conceitos.



É interessante notar aqui o quanto esse livro tem da autora. Casada duas vezes, Frances era independente, ganhava muito com seus livros e apesar do preconceito com a mulher, ela vivia a sua vida mais ou menos como desejava. Frances trabalhava até chegar a exaustão, cheia de ideias diferentes e opiniões fortes, ela viu na natureza a maneira de tentar equilibrar a vida e isso fica claro na obra. A autora se interessava por ocultismo, misticismo e teosofia e teve outras obras de bastante importância para época como O Pequeno Lorde A Princesinha.

Mary é tão opinativa quanto Frances, é uma criança negligenciada por todos, mas que encontrou no jardim uma maneira de se curar e dar um novo rumo na vida. Mary respeita a opinião de Martha que é uma empregada, apesar de no começo não entender como uma criada poderia ser tão abusada com ela, mas aos pouco Martha ganha o respeito daquela garotinha emburrada. Mary também tira Colin das sombras, oferece sua amizade, seus segredos e ajuda o menino com suas neuroses e traumas. O jardim também ajuda Colin a se tornar outra pessoa. A relação da autora com a Teosofia fica bem explícita na obra ao mostrar personagens que ao estar ao ar livre e em contato com a natureza acabam se curando. É como se o jardim tivesse algo mágico nele. Aliás, magia e fé aqui se misturam bastante.



O jardim secreto é repleto de personagens interessantes. Mary é uma garotinha corajosa, tinha tudo para se afundar em depressão como o primo, mas ela encontra no jardim uma nova forma de viver! Já Colin é temperamental, negligenciado pelo pai que quase não o vê, tem empregados que fazem tudo que ele quer e morrem de medo dos ataques histéricos do garoto. Menos Mary, ela é a única capaz de controlar o difícil temperamento do primo, e Dickon é quase um ser da natureza, capaz de dominá-la como ninguém! É uma espécie de Pã que guia Mary no jardim. E sua irmã Martha é um ótimo personagem, simples e por vezes ingênua a empregada da casa se torna a primeira amiga de Mary e ajuda no processo de adaptação sem mimá-la.

Aos poucos Mary e Colin vão se curando e eu diria que no final o garoto acaba mesmo roubando a cena, ganhando mais importância e se tornando muito fervoroso, quase como um líder religioso.



A obra é encantadora, fácil de ler e com personagens muito cativantes e tudo isso em uma edição sensível, delicada, como um jardim.

FICHA TÉCNICA

Título: O jardim secreto
Autora: Frances Hodgson Burnett
Onde Comprar: AmazonDarkSide® Books


 

 Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

2 comentários:

  1. Oie, esse livro está tão lindo. Já tenho na estante e estou ansiosa para ler.

    Bjs

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  2. Oi, Mi! Tudo bom?
    Esse livro é lindo demais (como sempre, né Darkside) e a história muito me interessa! Não consegui adquirir ainda, mas tá na wishlist pra quando aparecer uma promoção!

    Beijos, Nizz.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir