O mundo da lua [Nostalgia]


“Alô? Esta é mais uma edição do diário de bordo de Lucas Silva e Silva falando diretamente do mundo da lua onde tudo pode acontecer”

Como é nostálgico essa frase de Lucas Silva e Silva, como me embalou por anos vendo reprises na TV Cultura! Esse ano, O Mundo da Lua completou 30 anos! A série teve 52 episódios onde acompanhamos Lucas, uma criança cheia de imaginação, divagando sobre histórias fictícias no seu gravador que mesclavam o que acontecia na sua vida real. Tudo muito repleto de boas metáforas, um texto excelente voltado para o público infantil e ao mesmo tempo perspicaz. Aliás, o que eu mais gostava dos programas da Cultura era a forma como ela não subestimava as crianças e eu me sentia muito representada em cada atração.

Lucas morava com os pais e sua irmã mais velha e seus problemas são típicos de uma criança entrando na adolescência. O elenco era de peso e contava com Antonio Fagundescomo pai do protagonista, que foi liberado pela Globo para trabalhar no projeto. Rogério era um professor que trabalhava em mais de um emprego para sustentar a família. Sua esposa, Carolina, era interpretada por Mira Haar e a filha mais velha por Mayana Blum. O avô de Lucas que o presenteou com um gravador era o ator Gianfrancesco Guarnieri, figurinha carimbada em vários episódios, sendo um personagem bastante importante na série. A empregada Rosa (Anna D'Lira) também era uma personagem importante, bastante engraçada, inclusive.


Fora do núcleo central tem a participação do autor da série, Flávio Souza (criador também de Castelo Rá-Tim-Bum, Rá-Tim-Bum, entre outros) como tio do Lucas e Lucinha Lins como tia. E eu adorava a Denise Fraga como tia Juju e Laura Cardoso como a vizinha Dona Lila também! Curioso que a Globo liberou o Antonio Fagundes, mas se surpreendeu com o sucesso da série, tanto que em 1993 eles conseguiram colocar a série na programação deles.

É difícil citar meu episódio favorito do programa, mas Medo do Escuro que envolvia os conto de fadas de uma maneira mais assustadora ficou marcado na minha memória. E também Muito Prazer, Blixto porque assim como Lucas eu amava um videogame!

Muita gente lembra do Luciano Amaral por Castelo Rá-Tim-Bum, mas pra mim, o personagem do Lucas Silva e Silva, falando diretamente do mundo da lua, foi bem mais marcante.

Michele Lima

Compartilhe no Google Plus

Sobre Michele Lima

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

2 comentários:

  1. Amava essa série quanto era criança❤
    Beijos
    https://deliriosdeumaliteraria.blogspot.com/1

    ResponderExcluir
  2. Oie, nunca vi esse, mas adorava castelo rá-tim-bum. Saudades.

    Bjs

    Imersão Literária

    ResponderExcluir