Resident Alien [Crítica da série]


Com a chegada do Star + me deparei com uma série bem diferente, Resident Alien, confesso que até pensei que veria um médico alienígena em alguns hospital gritando “page cardio”, mas não foi bem assim.

Harry (Alan Tudyk) é um alienígena que cai na Terra, perdendo partes de sua nave e seu precioso dispositivo que precisa ser ativado matando todos os humanos. Para procurar o que perdeu, ele assume a identidade de um médico de uma pequena cidade no Colorado. No entanto, sem querer, ele realmente precisa fingir ser Harry, isso porque o médico do local morre e ele acaba virando o doutor temporário da clínica, mesmo nunca tendo feito medicina. E para piorar a situação, o filho do prefeito, Max (Judah Prehn), vê o alien da maneira que ele realmente é, ao contrário do restante que, por um espécie de indução psíquica, enxerga o protagonista como humano.


A série é uma comédia de ficção excelente, o humor é ácido, sarcástico, por vezes politicamente incorreto, afinal, Harry quer matar Max, uma simples criança, para esconder seu segredo. O diferencial é que por mais que o alienígena se ache superior aos humanos, Max sempre passa a perna nele. Harry extraterrestre pode conhecer o universo, mas tem a mentalidade de uma criança de 9 anos. Tudo pra ele é diferente e como ele não entende bem sobre mentiras sua franqueza acaba ajudando bastante na comédia. Difícil não torcer para Max e Harry se tornarem amigos e mesmo sabendo que o protagonista tem uma pele estranha e quatro braços é fácil torcer para que ele e a enfermeira Asta (Sara Tomko) comecem a namorar. Entretanto, mesmo não querendo, o alienígena tem outros envolvimentos “românticos” e claro, começa a ter sentimentos humanos que nem ele esperava ter.

Também acompanhamos o Xerife Mike (Corey Reynolds) e Liv (Elizabeth Bowen) que investigam a morte do antigo médico, o prefeito Ben (Levi Fiehler) e a esposa Kate (Meredith Garretson), D’Arcy (Alice Wetterlund) que é ex-esquiadora, Lisa (Mandell Maughan) e David (Alex Barima) que trabalham para o governo a comando de Eleanor a sempre maravilhosa Linda Hamilton. A série guarda boas surpresas ao longo da primeira temporada e o melhor de tudo é Alan Tudyk como protagonista. Que ator sensacional, as expressões faciais são fantásticas, nasceu para o papel.


Resident Alien não é uma série super original, tem vários plots que já vimos nas inúmeras séries e filmes de ficção, mas tem um mistura excelente de humor refinado com drama que faz com que os 10 episódios da primeira temporada passem rapidamente. Vale a pena conferir.

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

1 comentários:

  1. Não conhecia essa série. Parece muito interessante.
    Bjs
    https://deliriosdeumaliteraria.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir