Seinfeld seria cancelado hoje?


Sim, certamente Seinfeld seria cancelado na internet hoje. E a série é tão ruim assim? Não, pelo contrário, é ótima. Não é como se não estivesse livre de críticas porque não está, mas a crise cognitiva atual é tão grande que é preciso explicar minuciosamente que Seinfeld é propositalmente incômoda! Os personagens não estão ali para evoluírem ou serem desenvolvidos, a única função deles é mostrar o cinismo e a hipocrisia da sociedade. E fazem muito bem.

Obviamente que o George (‎Jason Alexander‎) é um personagem desagradável que é bastante constrangedor e incômodo vê-lo procurando desesperadamente ter amigos negros para agradar uma pessoa negra importante no trabalho, mas George é o clássico personagem babaca, difícil se chocar com as atitudes dele. É um cara que quer ser promovido sem trabalhar, que sempre tenta encurtar os caminhos. Provavelmente o riso vem do reconhecimento fatídico de que a gente conhece, vagamente ou não, pessoas como George. O melhor é que ao contrário do mundo real, as coisas nunca acabam bem pra ele. E quase nunca acaba bem para nenhum dos protagonistas. A maior prova disso é o episódio final da série, fica claro que nunca houve evolução de nenhum deles e o castigo pelo politicamente incorreto chega. Na época o final foi (injustamente) criticado, talvez hoje seja aclamado pela turma do cancelamento.

Jerry sabe que é melhor não aceitar as ideias de Kramer (Michael Richard), mas aceita na tentativa de se dar bem e nunca consegue. Cada um acaba tendo seu devido castigo cedo ou tarde. George passa muito tempo desempregado, Jerry precisa lidar com as confusões que os amigos o colocam e Elaine lida com o universo caótico do mundo editorial. Talvez Kramer seja o único que consegue se livrar das loucuras que provoca, mas temos episódios que nem ele escapa.


Talvez hoje Seinfeld fosse cancelado na terceira temporada, na quarta, na quinta e o último episódio da sétima temporada até os mais resistentes se questionaram sobre os limites da série, mas resistam ao cancelamento, vejam pelo ângulo da hipocrisia nossa de cada dia e relaxem, eles se dão mal.

Entretanto, é importante dizer que nem tudo é sobre ser politicamente incorreto. Há alguns anos eu escrevi um texto explicando os motivos de achar Seinfeld melhor do que Friends (CLIQUE AQUI) e continuo achando, não só pela ousadia de alguns temas, mas porque escrever por 9 anos uma série sobre “nada” é muito mais difícil. Seinfeld tem a capacidade de nos entreter com episódios que mostram o grupo esquecendo onde estaciona o carro ou a dificuldade de encontrar um mesa em um restaurante chinês, simples assim.

E ainda vale lembrar de Elaine (Julia Louis-Dreyfus) que por vezes parece a mais sensata do grupo, com mais sensibilidade em relação a alguns temas. Sua presença é fundamental em vários episódios ícones da série como o da masturbação, um choque até hoje para muitos ver mulheres falando sobre o tema. E é dela umas das minhas cenas preferidas que é quando ela está no metrô e expõe exatamente tudo que eu sinto no transporte público. E se não engane, ela e o Seinfeld como casal não funcionam, infelizmente.


Seinfeld chega na Netflix dia 1º de outubro de 2021 e acredito que todo mundo deveria assistir. Sei que não é a mesma coisa hoje ver os problemas que uma secretária eletrônica pode causar, que os figurinos e cortes de cabelo possam não agradar, mas ainda que com em altos e baixos como qualquer série longa, o roteiro é inteligente, ácido e sarcasmo não falta!

Enfim, se você abraçar a ideia de que Seinfeld foi produzida para cutucar nossa hipocrisia e entender que é uma série capaz de passar 9 temporadas sobre nenhum assunto específico, com toda certeza vai se divertir com alguns dos personagens mais absurdos da televisão.

Michele Lima
Compartilhe no Google Plus

Sobre O que tem na nossa estante

É amante de livros, filmes, séries e adora uma boa música. Escreve para O Que Tem Na Nossa Estante.

comentário(s) pelo facebook:

5 comentários:

  1. Olá,
    Acho que a maioria das comédias seriam haha outro dia o jovem já tava problematizando Chaves e Eu, a Patroa e as Crianças no twitter...
    Eu lembro de ter visto poucos episódios dela, vou maratonar assim que puder.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  2. Oi Mi,
    Eu não sou uma fã de comédias, então, não é uma série que chame minha atenção, mas acho que o gênero em geral precisa tomar um cuidado redobrado, né?
    O que é piada para um, pode não ser para o outro, e essa geração também pode ter dificuldade de entender o que é ironia, rs. Então sim, também acho que seria cancelada! rs
    beeeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Procura por materias da epoca. A Folha publicou varias no Brasil! Sim, nos anos 90 já tinha uma boa produçao na internet. E no antepenultimo ep, o da parada de porto rico, kraemer queima acidentalmente uma bandeira do pais. pois entao, no ultimo ep (exibido simultaneamente aqui no Brasil tb!!) varios porto-riquenhos foram protestar na times square, onde foi montado um telão e na porta do tom's restaurant ( o famoso da serie), onde tb se reuniram pra ver o final. até hj não vi nenhum outro protesto da serie. acredito que atraia apenas um publico inteligente. bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sabia dos protestos, mas é uma série que resistiu bem ao tempo, né? De fato, não é uma série pra qualquer um...

      Excluir
  4. Nunca assisti essa série, mas depois da sua resenha fiquei curioso.

    Boa semana!


    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir